Imiquimod

Quimioterapia tópica aplicada em verrugas e pequenos tumores de pele, sem tratamento cirúrgico.

A terapia Imiquimod tem sido utilizada com sucesso para o tratamento de várias condições dermatológicas, incluindo carcinoma basocelular, estucoqueratose, doença de Bowen, molusco contagioso, verrugas virais. O Imiquimod está registrado no Brasil para o tratamento de verrugas externas presentes nas regiões genital e perianal (condiloma acuminado), em pacientes com idade igual ou superior a 12 anos, sendo aprovado também para o tratamento de ceratose actínica.

O Imiquimod potencializa a produção do interferon, que tem efeito antiviral, antiproliferativo e antiangiogênico. Estimula também as células de Langerhans, principais células apresentadoras de antígenos da epiderme, a migrarem até os linfonodos e ativarem a produção de células T HPV-específicas. Imiquimod é um modificador da resposta biológica, mimetizando o que ocorre na resposta imune normal quando o HPV é reconhecido pelo sistema imune.

Para fazer o tratamento, aplicar camada fina sobre a área afetada três vezes por semana, antes de dormir, friccionando até que o produto desapareça completamente. Não ocluir o local de aplicação. Deixar o produto agir por 6 a 10 horas. Após esse período, remover o produto da área tratada lavando-a com água e sabonete suave. Aplicar em dias alternados. Lavar as mãos antes e depois da aplicação do produto. A técnica apropriada para administração da dose deve ser demonstrada pelo médico. O tratamento com Imiquimod deve continuar até que haja total remissão das verrugas genitais/perianais ou por até 16 semanas no máximo.